fevereiro 13, 2006

Sangue


" Em minhas veias corre

o sangue da mortalidade

Em meu peito pulsa um coração

que bombeia o sangue que

aquece a minha pele.

Tua pele é fria e branca

Em teu peito o coração não bate

Em tuas veias não corre o sangue mortal.

O meu sangue aquece a tua pele.

Roubas a minha essência humana.

És Belo, És Forte, És Imortal.

Para ti entrego meu sangue e meu ser

Para tua sede saciar.

És meu algoz.

Bebes a minha mortalidade

Para dar-me a tua imortalidade."

(By Lé)

2 comentários:

Moni disse...

Lindo!!!
Mto lindo!!!
Parabéns!!!

_L_O_G_A_N_ disse...

Numa entrevista,
o vampiro falou que cada um adquire um dom, um poder!

Qual seria...
além de sua poesia?

d;Þ