agosto 06, 2006

Work


Essa semana foi uma correria só, me senti como o coelho do livro "Alice no País das Maravilhas", - "Oh, meu Deus! Oh, meu Deus! Vou chegar tarde!", isso porque na terça-feira começei meu novo job e como não estava acostumada a acordar cedo, tinha que fazer tudo correndo, mas a culpa era minha, eu acabava ficando um pouquinho mais na cama e quando levantava tinha que fazer tudo praticamente voando.
O trabalho é um pouco puxado, principalmente no sábado, mas tá sendo bem legal, vai parecer insanidade o que foi dizer agora, mas é bom chegar em casa cansada depois de um dia de trabalho.
Eu estava precisando disso, agora me sinto mais feliz, mais dona do meu nariz.
Falando em "Alice no País das Maravilhas", há a seguinte charadinha no livro falada pelo Chapeleiro: " Por que um corvo é parecido com uma escrivaninha?", alguém sabe a resposta??
*
*
*
" Juntos na tarde dourada
Suavemente a deslizar,
Nossos remos, sem destreza,
Dois bracinhos a manejar,
Pequeninas mãos fingem
Nossa direção guiar.
As Três cruéis! Nessa hora,
Sob este sonho de tempo,
Implorarem por histórias
Com o mínimo de alento!
Mas que pode a pobre voz
Contra três línguas sedentas?
Proclama Prima o edito
"Comece!", diz sobranceira.
Mais gentil, Secunda espera:
"Que não contenha asneira!"
Tertia a cada minuto
Detém o conto, faceira.
E de repente o silêncio,
Com os passos da ilusão
Perseguem a criança-sonho
Pelas terras da invenção,
Falando a seres bizarros ...
Uma verdade, outra não.
E assim que a história secava
As fontes da fantasia,
Em vão tentava o cansado
desfazer o que tecia,
"Mais, só depois ..." "É depois!"
Gritavam com alegria.
Forjou-se assim, lentamente,
O País das Maravilhas,
Está pronto, para a casa
Já foi virada a quilha
Pela alegre equipagem
Sob um sol que já não brilha.
Com mão gentil, entre sonhos,
Alice! Guarda este conto
Na memória da infância,
Sob seu místico manto,
Grinalda que um peregrino
Colheu em terras de encanto.
"

6 comentários:

Moni disse...

Leslie...

Olhando meu livrinho da Alice encontrei isso aqui: "Porque o corvo, como a escrivaninha, pode produzir algumas notas, embora sejam muito chatas, e nunca pode ser virado de trás para a frente. O autor alude à característica da palavra inglesa RAVEN, corvo, que invertida, soa como NEVER, que significa nunca. Mas a Charada, como foi originalmente inventada, não tem resposta".

Nem sempre as coisas têm sentido por mais que nós procuremos algum.
Espero que tenha sido útil..

Bjocas e boa sorte no novo trabalho.

Nessita! disse...

bem-vinda ao mundo dos assalariados! Estou superfeliz por ti, guria!

bjs

_L_O_G_A_N_ disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Lana disse...

Oi!! Parabéns pelo emprego novo. Tdo di baum!!
Bjins.

*Bijou* disse...

Olá!
Vim avisar que o Condomínio Vultos Noturnos já está atualizado e em pleno funcionamento. Passa lá pra ver os destaques atuais! E lembre-se de visitar o Vultos toda semana para ficar por dentro das atualizações.
Bjo.

Guiga disse...

Eu ia dizer que era pq os dois eram pretos. Mas isso só funcionaria se a escrivaninha fosse preta, né? Hehehehe!

Eu entendo essa tua aí de chegar em casa cansada e feliz! Só quem ficou um tempão desempregado entende essa! Mas tu vais ver: daqui há um ano tu vais estar morrendo por férias! Hahahahaha! A vida é assim mesmo!

Quero ver esse blog ressuscitar, hein?

Beijocas mil e boa sorte no job!!!